demitido_1

Quem Será o Próximo a Ser Demitido?

“O que eu faria, se fosse demitido amanhã? ”, pode ser seu pensamento hoje. “Quem será o próximo? ”, é o que normalmente se ouve nos corredores das empresas. Somos quase 9 milhões de desocupados, uma inflação acima de 10%, e o desemprego também próximo de 10% – este não é um cenário nada animador.

Segundo o IBGE, esta é a maior taxa de desemprego registrada desde 2002, e a expectativa dos especialistas da área financeira é de que 2016 deverá fechar ainda pior do que 2015.

demitido_2

IBGE

Pode ser que, apesar deste cenário tenebroso, seu foco seja em desenvolvimento de carreira na empresa onde trabalha. Pode ser que almeje posições de liderança, ou de maior liderança do que a do cargo que ocupa no momento – e isso é ótimo!

Para isso, recomendo ler os artigos: “VOCÊ TAMBÉM PODE COMPREENDER MELHOR AS PESSOAS, COMO MARTIN LUTHER KING”, “A MAIOR MENTIRA DE TODAS SOBRE OBJETIVO PROFISSIONAL”,  e   “RECURSOS HUMANOS – VOCÊ SABE QUAIS SÃO OS 14 SINAIS DE ALERTA SOBRE LIDERANÇA?” Além de outros.

Se você já faz parte desta lista bastante extensa: a lista dos desempregados no país, recomendo que leia o artigo: “FUI DEMITIDO. O QUE FAÇO AGORA?

Já, se o título deste artigo sugere, também, sua preocupação atual, ou seja: se te preocupa também fazer parte do percentual crescente de desempregados no país, leia este artigo até o fim.

Planejamento

Você tem suas despesas pessoais e familiares, e terá que honrar as dívidas que fez. Tem seus planos e projetos: viagem, carro, casa própria etc. Desnecessário dizer que a recomendação é: pé no chão, e nada de extravagâncias. Consumir, só o que realmente precisa ou que não pode ficar sem, ou seja: o essencial.

Atenção ao planejamento dos gastos – com ou sem emprego. Afinal, você não sabe o que te espera amanhã. Mas, você sabe o que pode fazer HOJE – você pode ser PROATIVO.

Você pode ser proativo sobre a administração de suas despesas, como já disse. Você também pode ser proativo em procurar por soluções para enfrentar esta crise. Pode parecer surreal pra você, mas há pessoas que, na verdade, estão encontrando oportunidades de ficar melhor do que estavam antes desta crise. “Como assim?”

Há pessoas que estão se aproveitando da crise para ganhar mais dinheiro. Há pessoas encontrando novas fontes de renda para aumentar seu orçamento financeiro, ou de conseguir uma condição financeira melhor do que tinham antes.

Algumas pessoas só “funcionam” a base do choque, e da urgência! Será que, primeiro, é preciso que você também se torne um dos desempregados, para então procurar por soluções? Mesmo sabendo que a disponibilidade de vagas de emprego fica cada vez mais escassa, será que a única coisa que lhe resta é tentar conseguir outro emprego?

Alguns pensam diferente. Por mais desafiador que seja, alguns se esforçam para tomar as rédeas de sua vida. Nada de desalento! Este é um momento para se ter a cabeça fria, de fazer ponderações, e de planejar. Planejamento – este é seu foco!

Alternativas

demitido_3

ThinkStock

Já pensou em ser autônomo, ter seu próprio negócio, ser seu próprio chefe? Você sabia que a equação: “sou bom nisso” + “adoro fazer isso” + “pessoas precisam disso”, significa que você tem grandes chances de ser bem-sucedido? Lógico que há vários outros fatores a considerar; mas, estes são essenciais.

Já pensou em franquias? Você encontra franquias para todos os bolsos, de alto ou baixo investimento. Uma vez que você conheça seu orçamento, seus compromissos atuais, e o que lhe resta para investir; vale estudar todas as possibilidades.

“Tenho medo de me aventurar num negócio próprio. ” “Nunca tive esta experiência antes. ” “Já tive meu próprio negócio, e o resultado foi negativo. ”

No Brasil, estudos mostram que negócios de micro e pequenos empreendedores duram, em média, até 5 anos. O fator principal de insucesso nestes negócios é: falta de planejamento, má administração do orçamento e das contas, e desconhecimento do negócio e do mercado.

Nos EUA, estes resultados não são diferentes. No entanto, a diferença dos micro e pequenos empreendedores americanos em relação aos brasileiros, é que eles voltam a insistir em seu próprio negócio; seja no mesmo tipo de serviço ou produto, seja em outro.

Para os americanos, “aprender com os erros” é primordial. Se não der certo na primeira vez, não cometa os mesmos erros na segunda. Faça diferente, inove, e tenha sucesso na próxima!

Descubra qual o seu nicho de negócio. O que você gosta de fazer, que pode ser útil às pessoas?

Claro que retorno financeiro é importante. No entanto, se você realiza seu trabalho com prazer, porque gosta do que faz, isso será facilmente percebido por seu cliente. E, por isso, seu investimento financeiro, e seu tempo, terão chances bem maiores de ser recompensados.

Atitude

“Nessa altura de minha vida, não pretendo me aventurar em coisas novas. ” “Não pretendo me arriscar como empreendedor. ” “Quero mesmo é descansar, completar meu tempo de contribuição à Previdência e me aposentar. ”

Com a expectativa de vida cada vez maior, as pessoas trabalham cada vez mais anos de suas vidas; seja por prazer ou por necessidade de complementar a renda familiar. Vale lembrar que a Previdência Social “está perto da falência” (O Dia). Vale lembrar também sobre o fator previdenciário com suas novas regras para a aposentadoria.

A resposta pode estar em suas mãos. Se lamentar, não adianta – isso não te levará a lugar algum.

Planeje o que gostaria de fazer. Estude sobre o negócio. Se ainda não sabe como fazer, procure profissionais para te ajudar nisso. Se já tem tudo bem definido, comece a planejar já. Se já tem tudo planejado, coloque em prática imediatamente.

Nada de ser reativo, e de ficar esperando que o desemprego chegue até você. Seja proativo. Se você não teve chances de se planejar; se o “momento ruim” já é seu momento atual e já está desempregado: mãos à obra! Nada de se entregar à depressão, à obesidade, ao alcoolismo etc.

O importante é que você entenda o conceito. Se já entende o conceito de “pró-atividade”, tudo fica mais fácil. Para alguns, entender este conceito não é nenhum problema. Mas para outros, acredite: pode ser muito difícil.

Para alguns, entender que você é o único responsável pelo que acontece em sua vida, de bom ou de ruim, é fácil. Para outros, isso não faz o menor sentido. Por isso, estes preferem atribuir o controle de suas vidas, e de tudo o que acontece nelas, ao Divino. Assim, simplesmente aceitam facilmente o que vier.

Para outros, ter atitudes proativas pode mesmo ser motivador. Todos temos receio do futuro, das mudanças, do desconhecido. O “novo” cria expectativas de novas experiências, de novas oportunidades de aprendizado e de desenvolvimento. Tudo depende de sua atitude.

Em geral, para aquele que está aberto a mudanças, dificuldades são mais fáceis de serem transpostas. É uma questão de comportamento, e de sua visão de mundo. Se for preciso, consulte um profissional de carreira, um coach de desenvolvimento pessoal, um psicólogo. Veja o artigo “DEIXANDO PRA TRÁS UM MOMENTO DE CRISE”.

O que fazer?

demitido_4

iNNoVaNDiS

“Sim, mas, na prática, o que isso tudo quer dizer? ” “O que eu tenho que fazer? ”

Novamente, primeiro você precisa entender o conceito: pró-atividade. Segundo, aplicar este conceito à sua realidade de vida. Terceiro… Bom, já dei algumas dicas aqui no Humano Plus sobre “Alternativas” – veja o artigo “PRESENTE PARA VOCÊ, NO ANIVERSÁRIO DO HUMANO PLUS”.

Se você se interessou por aventurar-se em seu próprio negócio, tenho algumas outras dicas pra você. Lembre-se da equação: “sou bom nisso” + “adoro fazer isso” + “pessoas precisam disso”.

Junte à equação acima outros fatores, do tipo: “menor investimento financeiro possível” + “menor complexidade administrativa possível” + “menor custo de manutenção possível”.

Uma marca já conhecida e bem aceita pelo mercado, realmente facilita suas chances de sucesso. Por isso, as franquias têm sido cada vez mais procuradas. Como eu disse, você encontra franquias para todos os bolsos.

Já, se você quer inovar lançando sua própria marca, seu serviço diferenciado ou exclusivo; estude as necessidades do mercado. Pesquise sobre o que as pessoas precisam, mas não têm, e por que não têm. Então, apresente soluções. Vale enfatizar: PLANEJE!

Dicas

Estudos mostram que o mercado de pizzas, por exemplo, é responsável por cerca de 40% dos pedidos de delivery no Brasil. Isso é mesmo muito provável!

Seu nicho é “educação”? Este também é um bem de primeira necessidade. Sabemos que a principal razão de mau aproveitamento do conteúdo ensinado no ensino médio e no universitário, é devido à má qualidade na educação básica.

Alguns profissionais no setor de educação estão criando plataformas de ensino online para melhorar a aprendizagem das crianças. Algumas destas plataformas apresentam atividades realizadas com desenhos animados, jogos, e músicas para desenvolver habilidades de língua portuguesa, matemática e competências sócio emocionais.

demitido_5Seu nicho é contábil-financeiro? Alguns profissionais do setor estão apresentando soluções a micro e a pequenas empresas para monitorar via sistema as notas fiscais emitidas. O objetivo é garantir a saúde fiscal e contábil das empresas clientes que encontram dificuldades em administrar suas notas.

Seu “grande barato” é automóveis? Fiquei sabendo que técnicos estão disponibilizando aplicativos para monitorar o uso dos carros, e enviar lembretes aos clientes sobre a hora de fazer a manutenção (troca de óleo, pneus, etc.). Com isso, trazem seus clientes de volta à sua loja.

Alimentos, esse é seu forte? No segmento de culinária, hoje, micros e pequenos empresários estão saindo na frente, quando investem na “culinária saudável”. Foco em produtos naturais, livre de gorduras, lactose, glúten ou sódio.

Inove! Seu negócio precisa trazer conveniência, e facilitar a vida das pessoas!

Empresa de entregas de compras de supermercados – sim! O cliente acessa o aplicativo, escolhe o supermercado do seu bairro onde deseja fazer suas compras, escolhe os produtos e faz o pagamento. Então, a empresa vai até o mercado, faz as compras e entrega na casa do cliente em poucas horas.

Tem empresa oferecendo monitoramento pela internet de controle de ciclo menstrual. Com isso, faz entrega recorrente do medicamento no endereço desejado. A empresa “pretende impactar positivamente a vida das mulheres, fornecendo informações para aumentar a adesão ao método e diminuir o índice de gestações não planejadas”.

Com as diretrizes da nova “Lei das Domésticas”, e as obrigações via o eSocial doméstico, alguns empreendedores estão focando em “facilitar” o relacionamento entre empregadores e trabalhadores domésticos. Por isso, desenvolvem soluções para gerenciar todas as obrigações do empregador com os domésticos.

O mercado pet (animais domésticos) é o segundo que mais cresce no Brasil. De olho nesta fatia, alguns inovadores criaram um negócio de “petiscos para cachorro”, e já tem até franquia. Uma grande sacada é o fornecimento destes “petiscos” aos grandes pet shops.

No entanto, se se tornar um empreendedor, não só te dá um frio na barriga, mas a simples ideia já te aterroriza; então, vamos tratar disto em outro artigo. Você e eu vamos falar sobre ferramentas disponíveis para facilitar seu retorno ao mercado formal de trabalho. Até lá!

Você já conhece o eBook do Claudio? Então, veja agora => AQUI.

Dica de site sobre o assunto: Oportunidades Network

Claudio Cordeiro

15+ anos Gestor de Pessoas em grandes multinacionais. Especialista em Direito do Trabalho.

Últimos posts por Claudio Cordeiro (exibir todos)