indicadores de desempenho e inovação_1

Indicadores de Desempenho e Inovação: Erros Bobos que Você Não Sabe que Está Cometendo

Seus indicadores de desempenho podem não ser os melhores por vários motivos – falta de inovação está entre alguns dos erros bobos. Para que você possa resolver o problema, você deve descobrir o que te atrapalha. O ambiente, pessoas com quem você trabalha, e você mesmo, podem fazer com que seu desempenho não seja o esperado. O que fazer, quando você não está atingindo os resultados que seu chefe espera de você?

1. Prioridades?

Mesmo não tendo prioridades bem definidas, você também pode atingir bons resultados – mas nas coisas erradas.

Gerentes eficientes dedicam metade de seu tempo a duas ou três prioridades. Como você administra metade de seu tempo? Você consegue identificar outras cinco coisas que são menos críticas? Se não consegue, algo pode estar errado.

Você sabe quais são as prioridades, mas a sua equipe não sabe. Pra eles, você diz que TUDO é importante, e pra ONTEM. Eles veem o trabalho deles como 97 coisas que precisam ser feitas imediatamente.

Para lidar com isso, se pergunte o que aconteceria se eles fizessem 4 ou 5 coisas hoje? Quais coisas seriam essas? Quais são as 3 coisas que eles passam mais tempo fazendo, e como seria se fossem feitas de um jeito diferente?

Descubra de 10 a 20% das atividades que consomem mais tempo, para eliminá-las ou estruturá-las via processos e procedimentos que consumam menos tempo.

2. Procrastinar?

indicadores de desempenho e inovação_2Você tem sido um procrastinador a vida inteira? Seu desempenho é melhor em momentos de crise, e em prazos impossíveis? Você espera até o último momento possível?

Se sim, você não vai atingir algumas metas que envolvem prazo e desempenho. Você pode não apresentar resultados consistentes. Alguns de seus trabalhos serão “marginais”, porque você não teve tempo suficiente para fazê-los corretamente.

Você foi num 8 quando poderia ter atingido um 10, se tivesse mais um dia para se dedicar ao que tinha pra fazer.

Comece mais cedo. Sempre faça 10% de cada trabalho de imediato, para que você possa avaliar melhor o que será necessário para terminar o restante.

Lembre-se da Lei de Murphy: você leva 90% do tempo para fazer 90% de um trabalho, e outros 90% do tempo para terminar os 10% restantes. Sempre reserve mais tempo do que você imagina que será necessário.

O Segredo da mudança está em focar toda a sua energia; não em combater o velho, mas em construir o novo.” – Sócrates

 

Você já conhece o eBook do Claudio? Então, veja agora => AQUI.

Claudio Cordeiro

20+ anos Gestor de Pessoas em grandes multinacionais. Especialista em Direito do Trabalho.

Últimos posts por Claudio Cordeiro (exibir todos)