persistência_4

Persistência: a Chave Para Seu Trabalho ou Negócio de Sucesso!

Talvez falte persistência em seu trabalho ou negócio, porque:

  1. sua primeira tentativa não foi eficaz
  2. você encontra resistência para o que está tentando fazer OU porque
  3. seu cliente ainda não está pronto para fazer o que você precisa que ele faça.

Foco em sua meta, principalmente se estiver enfrentando resistência, é o que se chama: persistência.

Pode ser que seja necessário tentar uma segunda e terceira vez, ou mesmo várias vezes. Persistência também tem a ver com usar uma variedade de maneiras para se conseguir fazer as coisas. Se a primeira vez não funciona, as pessoas persistentes tentam de outras formas.

persistência_2

Heaven Sent Gaming

Por que algumas pessoas não insistem? Pode ser que você não esteja convencido de que o que está fazendo valha mesmo a pena. Veja estas dicas:

Desistir depois de uma ou duas tentativas?

Se para realizar uma coisa, você tem dificuldade em insistir uma segunda ou terceira vez, então mude sua tática. Às vezes ficamos presos à uma “melodia” repetitiva, que pra gente não tem boa sonoridade. Faça algo diferente da próxima vez.

Encontrando resistência.

Você não insiste, porque prefere evitar conflitos? Um conflito te desestimula, ou faz você questionar a decisão que tomou? Faz você recuar? Você desiste muito rapidamente? Seu objetivo é fazer com que TODOS fiquem felizes?

Se você enfrentar resistência em outras pessoas, mantenha o foco no problema e em seus objetivos. Não encare como algo pessoal. Se for “atacado”, volte ao que você está tentando realizar, e estimule as pessoas a te dar feedbacks e sugestões. Ouça! Corrija, se achar necessário.

Mantenha seu foco. Insista novamente. Resistência, é algo natural; às vezes legítima, às vezes simplesmente da natureza humana.

As pessoas resistem, até que entendam. Só estão protegendo seu território.

Procrastinar?

Pode ser que você não esteja produzindo resultados de uma forma consistente. Alguns de seus trabalhos ficarão inacabadas, porque você só teve tempo para uma ou duas tentativas antes do prazo acabar.

Comece mais cedo. Reduza o prazo entre uma tentativa e outra. Seja proativo.

Sempre comece 10% de cada trabalho, tão logo você perceba que ele será necessário. Desta forma, você poderá avaliar melhor o que será necessário para completar aquele trabalho.

Sempre espere que o trabalho irá exigir mais do seu tempo do que você imagina.

Ficar na defensiva?

Você encara rejeição, ou falta de atenção, ou falta de resposta, como algo pessoal (você acha que o problema é só com você)?

Procure desenvolver sua própria filosofia pessoal contra a rejeição. Afinal, a maioria das novidades não chegam a agradar, a maior parte das propostas não chegam a ser aceitas, e quase todos os esforços para mudar as pessoas ou organizações não funcionam.

Qualquer coisa que realmente valha à pena, exige esforço repetitivo.

Lembre-se: resistência, é normal. Mesmo que a resistência pareça ser só pra você, pode ser que não seja. Foco no que você precisa fazer.

Mantenha o foco! Ouça. Absorva. Procure feedback de qualidade, e responda de maneira apropriada.

Quanto mais próximo você estiver do sucesso, mais pessoas pessimistas aparecerão. Trabalhe ainda mais, ouça, responda todas as perguntas e objeções – foco no trabalho, não em você.

Não espere que todos fiquem felizes com seu sucesso. Alguns, podem não ficar.

Preparado?

Talvez porque não defendeu bem sua tese na primeira vez, você tenha que explicar novamente.

Faça seu trabalho de casa. Esteja preparado. Seja direto, não seja vago.

Prepare-se, ensaiando respostas a perguntas difíceis, a ataques, e a visões contrárias. Planeje, como se essa fosse sua única chance.

Combine seu estilo, tom, velocidade e volume, com o sentimento de que VOCÊ ESTÁ CERTO, e de que a coisa precisa ser feita.

As brigas certas.

Talvez você esteja insistindo em tudo o que faz, e por isso esteja ficando cansado e frustrado, apresentando baixo resultado em seus chutes a gol neste jogo.

Alguns insistem demais. Alguns insistem em coisas erradas. Tem certeza de que isso é essencial pra você?

Separe o que for “crítico”, do que for “legal de se ter”. Conheça suas prioridades.

Desorganizado?

Nem sempre você cumpre seus compromissos no tempo certo? Esquece seus prazos? Se perde nos pedidos e instruções? Perde o interesse em tudo que não está bem à sua frente? Vai de uma tarefa à outra, até encontrar algo que funcione?

Sendo desorganizado, você não conseguirá ser perseverante. Perseverança exige foco e esforço contínuos. Organize-se, e seja disciplinado. Registre seus progressos.

Faça uma lista, do tipo: “minhas 10 prioridades”.

No labirinto.

Empresas podem ser labirintos complexos, com muitas curvas e caminhos sem saída. E o que é pior: as organizações estão cheias de pessoas, o que faz com que se tornem ainda mais complexas.

Egos. Barreiras. Resistências. Para persistir de forma eficiente, você deve aprender como fazer esse labirinto funcionar pra você. Precisa ser paciente neste processo.

Talvez a melhor maneira de se aproximar de alguém, seja via outra pessoa. Identifique os jogadores-chave, especialmente os resistentes e os controladores.

Pergunte a outros qual a melhor maneira de se conseguir as coisas na organização. Preste atenção em como os outros fazem. Que caminho eles seguem?

Finalizando.

É verdade que você consegue 80% das coisas, nos primeiros 20% de esforço. No entanto, também é verdade que você precisa de 80% do tempo para terminar os últimos 20%.

Num mundo em alta velocidade, às vezes é difícil conseguir levar o carro até a linha de chegada onde a corrida termina. Nem todas as tarefas têm que ser totalmente completadas.

Para alguns, 80% seriam aceitáveis. Já para aqueles que precisam de todos os pingos nos i’s, vai ser preciso persistência.

Como dizia Guimarães Rosa “… o diabo mora nos detalhes, e quase sempre está no meio do reDEMOinho de nossas confusões! ”

persistência_1

Patrick Gensel

Esgotado?

Perdeu sua paixão? Acabou o combustível? Perdeu o “grande T”? Não está mais 100% comprometido?

Talvez você não persista, porque bem no fundo você já não se importa mais. Você está cansado de fazer este trabalho, ou de trabalhar nesta organização, ou de insistir numa pessoa ou grupo em particular.

Pergunte-se o que quer. Encontre sua paixão, novamente. Prepare-se para outro trabalho.

Para conseguir o melhor resultado no seu trabalho atual, faça uma lista do que você gosta e do que não gosta. Concentre-se em fazer mais das atividades diárias que você gosta.

Tente delegar, ou trocar com outra pessoa, as atividades que já não te motivam.

Foco – não na atividade, mas em seu sentimento de compromisso e realização.

Nada no mundo pode substituir a persistência. Nem o talento, nem o gênio. Persistência sempre resolveu e sempre resolverá os problemas da raça humana. ” – Calvin Coolidge

Você já conhece o eBook do Claudio? Então, veja agora => AQUI.

Claudio Cordeiro

20+ anos Gestor de Pessoas em grandes multinacionais. Especialista em Direito do Trabalho.

Últimos posts por Claudio Cordeiro (exibir todos)