Revelado Como Fazer Apresentação em Público_2

Revelado: Como Fazer Uma Apresentação em Público

Você pode saber como se apresentar em público, sem dominar a técnica. Mas, há uma diferença entre fazer uma apresentação e saber apresentar. Boas apresentações são aquelas que atingem seus objetivos. Saber apresentar é ser avaliado como um bom apresentador, com a presença de palco necessária para se fazer uma boa apresentação. Veja como fazer.

1. Se preparar

  1. Revelado Como Fazer Apresentação em Público_6Qual o seu objetivo?
  2. O que vai tentar mostrar?
  3. Quais são as cinco coisas que você vai querer que eles se lembrem?
  4. Quem será sua plateia?
  5. O que eles já sabem ou entendem sobre o assunto?
  6. Quais são as cinco técnicas que você vai usar para prender a atenção deles?
  7. Qual recurso tecnológico será mais eficiente para esta apresentação?
  8. Que tipo de perguntas sua plateia fará?
  9. Como será o ambiente para a apresentação?
  10. Quanto tempo você terá (sempre leve alguns minutos a menos, não a mais)?

2. Preparar o que vai dizer

Dê seu recado numa única frase. Em outras palavras, faça o final primeiro. Depois, faça um resumo de três a cinco partes de sua argumentação que darão embasamento à sua tese. Mais do que isso, e sua plateia vai se perder. Um famoso pastor disse uma certa vez: “Nenhuma alma jamais foi salva por um sermão que durou mais de vinte minutos.”

Muitos discursos precisam ser mais longos do que isso, mas ainda assim podem ser divididos em seções, com conclusões claras, e uma ponte segura para o assunto seguinte.

Qual início irá chamar a atenção da plateia para a sua mensagem? Uma história, um fato, uma comparação, uma citação, uma foto, um desenho?

Por exemplo, uma palestrante preferiu usar uma comparação para apresentar uma série de resultados de pesquisas, quando disse: “Como podem dois gêmeos idênticos, contratados para o mesmo trabalho numa empresa e, 20 anos mais tarde, um é bem-sucedido e o outro não?” Com frequência ela voltava a fazer referência aos gêmeos durante a sua argumentação sobre as várias experiências de desenvolvimento que eles tiveram na empresa.

Ao organizar o seu discurso, você precisa resistir em não contar tudo o que sabe – seja sucinto. Quais são suas prioridades, e como você vai explicá-las? Alguns pontos são melhor explicados com exemplos, outros pela lógica do argumento, outros por fatos ou histórias. É bom você variar estas formas, para conseguir a atenção de mais pessoas.

Use citações famosas. Repita palavras-chave. Uma situação desagradável que muitos apresentadores iniciantes experimentam é o de que escrever é bem diferente de falar. Uma palestra bem escrita é aquela que soa bem quando falada.

Não se apaixone pela palestra que escreveu, até que você a grave e ouça. A cadência e a velocidade são diferentes na escrita e na fala. A escrita não leva em conta a respiração.

Se seu computador tiver um sintetizador de voz, experimente ele falar seu texto. Ou peça pra alguém ler pra você. Nunca faça uma apresentação de uma palestra escrita, antes que você a tenha ouvido primeiro – falada.

A regra básica da natureza humana é a de que pessoas poderosas falam devagar, enquanto pessoas subservientes falam rapidamente – porque, se estas não falam rapidamente, ninguém as ouvirá.” (Michael Caine)

Você já conhece o eBook do Claudio? Então, veja agora => AQUI.

Claudio Cordeiro

15+ anos Gestor de Pessoas em grandes multinacionais. Especialista em Direito do Trabalho.